sábado, 5 de dezembro de 2015

... Please forgive me, I'm never sure about anything ...


Disseste-me que as palavras não tinham significado, então o que querias dizer quando dizias que me amavas? Só te quero pedir desculpa, desculpa por não ter sido suficiente, desculpa por não ter estado sempre presente, desculpa por tudo. Perdi-te e com isto perdi-me a mim mesma, perdi algo em ti que sei que nunca vou encontrar em mais ninguém. Agradeço-te por me teres dado uma razão para viver e digo-te com toda a certeza que a nossa história não foi um erro. A tua gargalhada ainda permanece na minha memória e continua a ser o meu som favorito. Queria ser capaz de te dar um último abraço mas estou dependente desta covardia que se apodera do meu corpo. Ainda sinto que és o meu lugar seguro mas não posso deixar que carregues tanta responsabilidade nos teus ombros, tenho de deixar espaço para que tomes conta de ti. Não te esqueças que serás sempre especial e terás sempre um papel importante mas eu apenas preciso de escapar, não de ti, de mim mesma. Não estou arrependida por nos termos conhecido mas desculpa por me teres conhecido. Talvez nos voltemos a encontrar quando formos certos um para o outro. As lágrimas percorrem o meu rosto e as minhas mãos tremem nervosamente enquanto escrevo isto mas fui-me embora sem tu esperares, sem despedida, sem avisar, desculpa mas já não me sentia importante para ti. Espero que sejas feliz e encontres alguém que verdadeiramente te mereça. Boa sorte nesta aventura a que chamamos vida.

Sem comentários:

Enviar um comentário